Agricultura Digital

Agricultura Digital

Notícias

Agricultura digital é um conjunto de tecnologias que auxiliam o produtor nas atividades rurais. Ela reúne tecnologias para otimizar as atividades do campo por meio de conectividade, sensoriamento remoto, entre outras ferramentas relativas à tecnologia da informação.
Todos esses instrumentos de TI empregados na propriedade rural terão a função de coletar e analisar dados sobre o clima, o solo, a lavoura e os equipamentos. Munido dessas informações, o sistema consegue entender as variabilidades que ocorrem dentro da fazenda e, assim, propor as melhores soluções, como pulverização, adubação em taxas variáveis e planejamento mais preciso na aplicação de defensivos.

Por esse motivo, a agricultura digital é mais conhecida como agricultura de precisão. Essa tendência promete revolucionar o campo. Afinal, quando mais sensores e inteligência artificial são aplicados às atividades rurais, o produtor consegue aumentar sua produtividade com custos menores, sem necessitar aumentar a área de cultivo.

Isso vai ao encontro dos desafios impostos pelo aumento da demanda de alimentos. Com a agricultura digital, o agricultor lança mão de diversas tecnologias que o auxiliam tanto no operacional quanto nas decisões estratégias do negócio.

 

As vantagens são: Redução de custos; aumento da eficiência; aumento da produtividade.

Fonte: Jacto

Ministro abre agenda positiva com Agricultura

Ministro abre agenda positiva com Agricultura

Notícias

Licenciamento ambiental e Cadastro Ambiental Rural (CAR) estiveram na pauta da reunião entre os ministros Sarney Filho e Blairo Maggi.

MARTA MORAES

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, participou nesta quarta-feira (18/05), em Brasília, de encontro com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi. O intuito do encontro foi construir uma agenda positiva e ampliar o diálogo entre os dois ministérios.

Segundo o ministro Sarney Filho, o encontro é simbólico. “As pastas devem andar juntas. O que interessa para um ministério interessa para o outro. Essa visita é uma demonstração de que meio ambiente e produção não devem se encarar como adversários, mas sim como aliados. E é dentro dessa perspectiva que vamos trabalhar. Com produção e meio ambiente trabalhando juntos em prol do desenvolvimento sustentável do Brasil”, destacou ele.

No encontro, os ministros falaram sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e a questão do licenciamento ambiental, entre outros temas. Para o ministro do Meio Ambiente, a implantação do CAR é estratégica. “O cadastro funcionando bem é algo muito importante para o Brasil. Vamos sim corrigir eventuais desvios e defeitos no CAR. O cadastramento enfrenta problemas no seu uso, de distorções, sobreposições. No entanto, mais importante que o prazo é a efetividade do cadastro”, afirmou. “Todos nós desejamos que o CAR funcione como instrumento de desenvolvimento socioambiental do Brasil. Em razão disso, não vamos nos opor a uma possível prorrogação. O importante é que o CAR seja bem feito”, avaliou ele.

Sobre licenciamento ambiental, outro tema debatido no encontro, Sarney Filho afirmou que ninguém no Brasil está feliz com essa questão atualmente. “Vou coordenar, junto ao Congresso Nacional, modificação na legislação. Mas uma mudança que não visa queimar etapas e sim uma modificação que dê segurança jurídica aos empreendedores, com os prazos respeitados, sem atrasos para empreendimentos em razão do licenciamento, e com respostas efetivas e ágeis. Falta gestão no licenciamento ambiental”, destacou Sarney Filho.

Durante o encontro, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, afirmou que uma maior integração entre os dois ministérios é mais do que aguardada. “O setor agrícola não é retrógrado, temos uma visão de futuro. E, dentro dessa visão, o diálogo com o MMA é fundamental. Não há setor mais interessado na conservação do meio ambiente do que o setor produtivo agrícola”, disse.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente